Na Imprensa

Nota Pública

 
Associação Mineira do Ministério Público (AMMP), entidade de classe dos membros do Ministério Público de Minas Gerais, lamenta profundamente por mais uma tragédia causada pelo rompimento de uma barragem, desta vez na Mina do Feijão, em Brumadinho.

Ressalta-se que desde o rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana, há três anos, a AMMP, junto à sociedade, envidou esforços para aprovação do PL Mar de Lama Nunca Mais. A iniciativa, que recolheu 56 mil assinaturas de eleitores de todo o Estado, ainda se encontra tramitando na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

O ocorrido em Brumadinho demonstra que não é possível ignorar a realidade sobre o impacto ambiental e social de barragens com risco de rompimento. A AMMP acompanhará as próximas informações e o posicionamento das demais autoridades do Estado.   


Mais na Imprensa

NOTA PÚBLICA

Tendo em vista alguns questionamentos acerca dos valores pagos no âmbito do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, a Associação Mineira do Ministério Público, entidade de classe que congrega promotores e procuradores de Justiça do ...