AMMP

Segundo MPF, Pimentel não foi citado no Mensalão

O procurador Patrick Salgado Martins, do Ministério Público Federal (MPF) de Minas, contestou as denúncias feitas pela revista IstoÉ contra o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel. Segundo a revista, Pimentel teria sido investigado por suposta participação no esquema conhecido como mensalão petista.

O procurador afirmou, por meio de sua assessoria, que ‘os fatos narrados pela revista estão fora de contexto’. Segundo Martins, Pimentel, que é um dos coordenadores da campanha presidencial de Dilma Rousseff, ‘não foi denunciado ou citado no inquérito’.

Segundo o Ministério Público Federal, ‘pessoas citadas na investigação cederam uma conta aberta no exterior para o esquema do mensalão’. O fato de essas pessoas terem ligação profissional, pessoal ou política com Pimentel não foi fruto de investigação, já que nenhum indício de envolvimento do ex-prefeito foi detectado, segundo o MPF.

‘Não há nenhuma prova ligando Fernando Pimentel ao mensalão. Obviamente, por essa razão, ele não foi denunciado. Se houvesse alguma prova, isso teria acontecido’, completou o procurador Patrick Salgado Martins, sem dar mais detalhes. O MPF informou, ainda, que não vai se pronunciar sobre qualquer outro fato porque o processo encontra-se em segredo de Justiça.

A revista IstoÉ desta semana trouxe uma reportagem sobre o relatório final do mensalão, na qual aponta Pimentel como um dos operadores da remessa ilegal de recursos para o exterior, ‘usados para pagar as dívidas do PT com o publicitário Duda Mendonça’.

O ex-prefeito já havia divulgado nota anteontem por meio da qual negou participação no esquema. Ele diz que as informações da revista não passam de ilações. Ontem, o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, voltou a reafirmar confiança em Pimentel – inclusive a frente da coordenação da campanha de Dilma. (O Tempo)

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Digite os dados de acesso